Na estante de Kamila tem… Jostein Gaarder

Gente, domingo é um dia sempre bom pra novidades, né!? Então hoje começamos com a nova seção do blog: “Na estante de (alguém) tem… (alguma coisa)”.

Quem inaugura a seção é a minha amiga Kamila Pereira, estudante de Engenharia Ambiental e  mega fã de Jostein Gaarder. Esperamos que vocês gostem!

Olá, leitores de Anamaria! =)

Bom antes de começar a falar sobre meus livros, eu gostaria que todos vocês soubessem do quanto eu fico feliz de Aninha, na amizade.. hehehe, ter feito esse blog, vivia há anos comentando e insistindo que ela fizesse esse bendito blog, e agora olha ele aí, todo lindo né?

Agora imaginem como eu não estou me sentindo de ter sido a pessoa privilegiada de iniciar essa sessão “Na estante de…tem…” que fala sobre literatura, que é uma das artes que eu mais admiro. A arte de criar, compor e até mesmo de traduzir textos me fascina, sou fã.

Quando eu recebi o e-mail me pedindo que eu fizesse esse post, pensei em 5 segundos sobre o que eu deveria abordar,e comecei de imediato, resolvi falar sobre o escritor que eu mais admiro/amo, embora tenha uma lista de tantos outros que eu goste bastante, Jostein Gaarder.

Kamila e sua coleção de livros de Gaarder

Ele que foi estudante de literatura, filosofia e teologia, tem a capacidade de me encantar, ao ponto de eu ficar em puro êxtase com suas histórias fantásticas e que sem dúvida, faz o leitor refletir a respeito da importância da vida.

O primeiro livro de Jostein Gaarder que eu li, foi o “Através do Espelho”, que é uma linda história que narra o relação de uma menina de 12 anos e de um anjo, onde em seus diálogos eles tentam apresentar um ao outro a materialidade de sua realidade. Cecília e Ariel vivem uma aventura muito gostosa de ler, além de fazer o leitor enxergar de forma mais profunda a vida e a morte.

Então ai vai um trechinho pra vocês ficarem com água na boca por essa historia:

– “Ariel”

– Cecília esfregou os olhos.

– “Sim, Cecília, sou Ariel”

Ela abanou a cabeça:

– “Ainda não sei quem você é.”

– “Mas nós sabemos tudo sobre vocês. É como um espelho.”

– “Um espelho?”

A figurinha debruçou-se no peitoril da janela, como se fosse despencar em cima da escrivaninha.

– “Sim, vocês só enxergam a si mesmos. Não conseguem ver o que há do outro lado.”

Enfim, o resto só lendo pra saber!

É o livro é lindo, mas não é o meu favorito, o meu favorito é o Vendedor de Historias, não por ser o mais interessante, mas é questão de identificação mesmo, mas como não o tenho na minha estante, vou pular ele. =(

Bem, Jostein Gaarder escreve historias fascinantes, e é um ótimo fantasista, que você percebe facilmente a influencia de Lewis Carrol em suas historias, o que não há nada de negativo ter uma influencia como essa, né?

Ao todo Jostein Gaarder, posssui 14 livros traduzidos em português, onde desses já li 11, mas só possuo atualmente 6.

O livro mais conhecido dele é “O Mundo de Sofia”, que dá uma aula de filosofia enquanto conta uma aventura maravilhosa de Sofia e seu professor Alberto. Na minha opinião é um dos livros mais fraquinhos dele, sendo o mais sem graça “O Pássaro Raro”, que confesso que apesar de todo o meu fanatismo, eu me esforcei pra terminar de lê-lo, talvez ele seja um dos mais complexos, que eu em meus 20 anos, que tinha na época, não pude compreender, sei lá.

Como o nome da sessão é “Na estante tem…”, eu vou me limitar a falar somente dos que eu possuo mesmo, por que além de ficar enorme o post, vocês iriam cansar de mim.. hehehehee

Então vamos lá!

“A garota das Laranjas”, foi o segundo livro, se eu não me engano, que eu li de Jostein, é um dos mais amados de seu público, principalmente o feminino, já tem que uma historinha de amor muito fofa, linda e emocionante. Na verdade o livro narra a história de uma mãe que conta ao filho como era a relação dela e de seu pai falecido, além de falar de amor, fala também um pouco da importância do relacionamento pais e filhos, é lindo!

Um livro que eu custei um pouco a terminar de ler, pela sua complexidade, foi “Maya”, mas depois de concluir é um dos que eu sinto mais saudade, não sei se é comum ter isso, mas eu sinto uma saudade enorme dos personagens dos livros.. hahahahahahaha

“Maya” foi o livro que mais me fez refletir a respeito da vida, tanto em relação a evolução de espécies e do planeta, quanto a importância da vida e de sua continuidade.

Li coisas nele que eu jamais vou esquecer:

“Precisa-se de bilhões de anos para se criar um ser humano. E ele só precisa de alguns segundos pra morrer.”

“Maya” sem dúvida, tá na lista de meus livros tops, quero rele-lo assim que eu terminar de ler uma lista enorme de livros que eu desejo.. hehehehe

Ah! Jostein Gaarder é excelente escritor de livros infantil, onde na verdade eu sempre me pergunto se há crianças que conseguem compreender essas histórias, por que são complexas até pra mim.

Então, são eles o “Ei! Tem alguém aí?”, que eu ganhei de presente do meu ex-namorado, e que eu guardo com muito carinho. Ele foi o primeiro livro infantil de Gaarder que eu li.

É uma história bastante semelhante a do “Pequeno Príncipe” que na verdade até pela capa não se nega ‘a cópia’, mas é uma história tão fascinante que eu o li em menos de 24 horas.

O outro infantil é “O castelo do príncipe Sapo” que é meio conto de fadas, com direito a rei, príncipe, duendes.. enfim.. é muito bom!

Antes de terminar de escrever preciso falar do livro mais amado pelos fãs de Jostein Gaarder, “O dia do Curinga”, esse é sem duvida o livro mais espetacular que já li, é sem duvida o mais cativante de todos, é uma mistura perfeita entre a fantasia e a realidade. Mas não o tenho =(

Bom, então pra “ataiar” essa postagem, não preciso mais citar o quanto eu sou encantada pelas palavras de Jostein Gaarder, mas indico alguns pra vocês que ficaram curiosos, e principalmente para os que adoram uma boa fantasia, além de refletir sobre sua existência. Indico sem duvida “O dia do Curinga”, mas ó, não pra ser o primeiro a ser lido, por que provavelmente vai ficar difícil de se encantar por outros😉

Indico também o Vita Brevis, que eu não citei na postagem, eu o tenho, mas não achei pra tirar a foto, meu quarto é super bagnnçado😛 .Mas é um livro excelente, para os que buscam entender um pouco sobre religião.

Aos que amam uma boa aventura, eu indico A biblioteca Mágica de Bibbi Bokken, Através do Espelho e O Vendedor de Historias (meu favorito, mesmo sabendo que não é o melhor).

Enfim, leiam, se apaixonem que provavelmente, vocês vão acabar como eu, querendo ler todos!

Isso é um pouco sobre a minha estante, falei só de 6 livros, é que quando se trata de Jostein Gaarder, seria impossível pra mim, dividir o post com outros autores. Espero ter a oportunidade de falar sobre outros da minha estante!

Obrigada a todos pela paciência.. hahahahah e até a próxima!

Kamila Pereira.

3 thoughts on “Na estante de Kamila tem… Jostein Gaarder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s